Arquivos do Blog

Aprendi com a Queda II

Seguindo nosso tema atual vou falar a segunda coisa que aprendi através da prática do pecado.  Já citei em outros textos que tenho muita dó dos “dois grandes” seres espirituais: Deus e o Diabo, porque tudo que acontece no mundo ou é vontade de Deus ou obro do Tinhoso. Mas a lição que quero compartilhar hoje é exatamente o contrário disso.  O que venho dizer é que meu pecado não é culpa do Diabo e nem de Deus, mas minha.
                Se você alguma vez já leu o livro de Tiago vai saber que é verdade o que digo. Lá está escrito o seguinte: Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. Tiago 1:13-15
                Não vou ficar fazendo uma devocional sobre esta passagem, pois essa não é a ideia dessa série, mas posso dizer que isso é a pura verdade. Até hoje só caí em pecados que eram fraquezas minhas, apenas coisas que eu queria fazer e ou reprimia pra parecer santo, ou coisas que mentia pra mim que não gostava, ou até coisas que nem imaginava que eram pecado. Mas sempre eram coisas que no meu interior eu queria fosse por curiosidade, certeza de prazer ou sei lá o que.
                O pecado por mais que seja errado e possa fazer a nós é algo totalmente natural para nós. Pecamos porque somos pecadores e não somos pecadores porque pecamos.  É fato que o Diabo se aproveita disso pra estimular agente a ficarmos face a face com o que nos atrai, também é fato que Deus permite às vezes enfrentemos certas situações para que possamos crescer na fé, mas se nós caímos em pecado, a culpa é toda nossa, seja por nossa fraqueza, seja por darmos trela ao capiroto, é somente nossa a culpa da queda.
                O meu pecado é culpa minha. É fruto de eu querer degustar do sabor atraente do pecado, mas existem mais coisas sobre o pecado que acabei aprendendo e que continuaremos falando sobre. Aguardem a sequencia da série.
Anúncios

Notar que as pessoas existem

58273_296169387173093_655223157_n

Notar que o próximo existe, isso é uma atitude que todos deveria fazer.
Valeu Mentirinhas por lembrar.

A Viúva Persistente – Histórias do Meu Melhor Amigo

sem-tc3adtulo-1

 

 

Portanto não deixe de orar.
Oração é muuuuuuito importante para a nossa vida.

Uso obrigatório de todos!

 

Você está fazendo isso mesmo nesse feriadão ?

Veeeeeeeeei !

Realmente viver com  Ele é uma loucura sem igual !

Faça alguma coisa

por Max Lucado

“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos”. Mateus 5:6

A cura começa quando você faz alguma coisa. A ajuda de Deus está perto e sempre disponível, mas ela é concedida àqueles que a procuram. A cura começa quando você dá um passo. Deus honra a fé radical e que assume riscos.

Quando arcas são construídas, vidas são salvas. Quando soldados marcham, Jericós caem.

Quando varas são erguidas, mares ainda abrem. Quando um almoço é compartilhado, milhares são alimentados.

E quando uma roupa é tocada pela mão de uma mulher anêmica na Galileia – Jesus para!

Ele para e responde.

Comparado ao papel de Deus, o nosso papel é minúsculo – mas necessário. Nós não temos que fazer muito, mas temos que fazer alguma coisa! A fé sem esforço não é fé!

Escreva uma carta. Peça perdão.

Chame um conselheiro. Chame a mãe!

Converse com um médico. Seja batizado.

Alimente uma pessoa faminta.

Ore. Ensine. Vá.

Deus honra a fé radical, que assume riscos. E Ele responderá.

Fonte:Irmaos.com

Mesmo que eu não mereça

Eu sempre sou FEEEEEELIZZZZ!!!

Não perca o foco !

Levado ao desastre

“Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me”. Lucas 9:23

Nós geralmente fazemos com o nosso dia o que eu fiz com um recente passeio de bicicleta.

Meu amigo e eu estávamos em uma trilha em uma colina. Depois de meia hora as minhas coxas doíam e os meus pulmões ofegavam como uma baleia encalhada. Eu mal conseguia pedalar.Foi quando o meu companheiro de passeio descobriu o problema. Os dois freios traseiros estavam friccionando o meu pneu de trás. Foi um passeio destinado a ser difícil!

Nós não fazemos o mesmo? A culpa pressiona de um lado. O medo entrava do outro.

E nós sabotamos o nosso dia, levando-o ao desastre! Transferindo as lutas de amanhã.

Que tal mudar o dia? Aqui está a minha proposta: consulte Jesus. Ele tem algo a dizer sobre os nossos dias.Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Tome diariamente a sua cruz e siga-me!

Dê uma chance ao dia. Preencha-o com Deus.

Escolha fazer dele um ótimo dia – todo dia!

Fonte: Irmaos.com

%d blogueiros gostam disto: