Arquivos do Blog

Crônicas do Mundo – Relatos de uma sociedade sem Deus e contra o próprio Deus

As manifestações contra as opressões sociais.

Já algumas semanas vêm ocorrendo uma série de manifestações em diversos lugares do nosso país e todos vocês devem ter acompanhado porque nos noticiários não se fala em outra coisa, e muitos me perguntam o que estou achando se, eu fui ou não. Devido ao fim de semestre na faculdade e algumas complicações na área da saúde, infelizmente eu não pude comparecer aos protestos embora gostaria de ir, mas mesmo assim darei a minha opinião da forma mais imparcial possível e sob a visão religiosa. Vamos lá!

Primeiramente quero dizer a vocês que o aumento das passagens de ônibus foi apenas o estopim da dinamite e segundo, não foi uma coisa que vem acontecendo de uma hora pra outra, pois o barril da dinamite vem se enchendo a tempo. O aumento das passagens, os gastos excessivos com a copa, o aumento da corrupção e violência, a economia crescendo a passos lentos foram alguns dos motivos para explodir a revolta e a indignação do povo brasileiro. Fora os demais problemas sociais que milhares de brasileiros enfrentam como saúde, educação, moradia, segurança, transporte público de qualidade. Tudo isso foi se acumulando até que o povo disse: “basta!” e resolveu sair às ruas para protestar e lutar pelos seus direitos e por mudança no atual quadro brasileiro.

Muitos analistas, intelectuais e especialistas, bolam teorias pra explicar a ocorrência de tal fenômeno. Para mim é algo bem simples: ninguém está satisfeito com a atual situação do pais em todos os sentidos, independente de classe social, preferência política, ideológica, religiosa, sexual etc., enfim todos estão insatisfeitos e clamam por mudanças, colocando a classe política contra a parede deixando-a acuada. As manifestações são apartidárias e antipartidarias devido à descrença do povo com os partidos políticos, pelo fato de representarem somente seus interesses e a desilusão com o PT que traiu suas bandeiras para ao chegar ao poder, agindo da mesma forma e até pior que os seus adversários.

Enfim, gente de todo tipo, de todas as classes e todas as formas de visão e pensamento possível, integraram as manifestações. Fora os oportunistas, os baderneiros, vândalos, ladrões que aproveitando a oportunidade, colocaram em pratica suas ações, o que acaba de certa forma denegrindo o caráter dessas manifestações, sem contar à mídia que antes era contra classificando essas pessoas como vagabundos, baderneiros, agora é a favor devido ao fato de muitos jornalistas terem sido presos, atacados com tiros de bala de borracha, gás lacrimogêneo, agressões por parte de policiais, mudou radicalmente a opinião da mídia. Sem contar alguns artistas, intelectuais, políticos, jornalistas, que aproveitaram a ocasião para se promoverem.

De um lado foi bom por que essas ondas de manifestações ocorrem no momento certo, ou seja, durante a copa das confederações onde o mundo inteiro está de olho no Brasil, tirou o povo da inércia, saindo do seu comodismo e indo para as ruas fazendo valer seus direitos e exercendo sua cidadania. Do outro lado, percebi a falta de foco, enquanto uns pedem passe livre, fim da corrupção, melhor sistema de saúde, educação de qualidade, outros pedem criminalização do aborto, mais casas populares, a volta do regime militar, ou seja, cada grupo protestando por uma série de motivos e pedindo uma série de coisas. Pedindo tudo, mas ao mesmo tempo pedindo nada.

Claro que aqueles que foram lutar conseguiram algumas conquistas como a redução do aumento das tarifas de ônibus em diversas cidades dentre elas São Paulo, algumas cidades já conseguiram o passe livre estudantil, a não aprovação da PEC 37 que impediria o MP de realizar as investigações, o congresso já está discutindo sobre a possibilidade de se realizar uma reforma política, condenação de um deputado envolvido em corrupção, tudo isso já é um avanço. Alguns movimentos que se organizam na internet, resultam em 99% dos protestos planejando pautas para pressionar a classe política e fazer com que atendam suas exigências, mas não sabemos até onde isso vai dar e até quando o povo terá essa disposição, já que muitos foram às ruas sem saber o porquê, outros por que estavam brincando de Che Guevara, outros achando que aquilo ali era uma festa, postando foto no Facebook como se estivesse indo a um passeio. Essas pessoas são perigosas, não por que causam tumulto ou coisa do tipo, mas por que podem ser manipuladas facilmente por pequenos grupos interessados que as manifestações tomem um rumo de acordo com suas vontades. Existe uma grande massa de pessoas despolitizadas no nosso pais e que necessitam de conscientização. Cabe a cada um de nós individualmente, trazermos esclarecimentos a essas pessoas principalmente às da igreja, da maneira mais imparcial possível para que não se tornem massa de manobra. Deixo algumas mensagens bíblicas para meditação e se necessário voltarei a falar do tema novamente.

“Por isso, deixando a mentira, fale cada um à verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros” Efésios 4.25.
“Mas a terra, que foi angustiada, não será entenebrecida; envileceu nos primeiros tempos, a terra de Zebulom, e a terra de Naftali; mas nos últimos tempos a enobreceu junto ao caminho do mar, além do Jordão, na Galiléia das nações.
O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz.
Tu multiplicaste a nação, a alegria lhe aumentaste; todos se alegrarão perante ti, como se alegram na ceifa, e como exultam quando se repartem os despojos.
Porque tu quebraste o jugo da sua carga, e o bordão do seu ombro, e a vara do seu opressor, como no dia dos midianitas.
Porque todo calçado que levava o guerreiro no tumulto da batalha, e todo o manto revolvido em sangue, será queimado, servindo de combustível ao fogo.
Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.
Do aumento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para firmá-lo e o fortificar com juízo e com justiça, desde agora e para sempre; o zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.
O Senhor enviou uma palavra a Jacó, e ela caiu em Israel.”. Isaías 9:1-8.

Fabio Rodolpho

Anúncios

Crônicas do Mundo – Relatos de uma sociedade sem Deus e contra o próprio Deus

Dinheiro, poder e sexo uma maneira eficiente de corromper o Ser Humano.

Essa semana presenciei dois fatos que me deixaram chateado. Um deles foi ver um famoso grupo de rap que sempre criticou o sistema, a mídia e agora é figurinha carimbada, aparecer diretamente na mídia e o outro, um colega meu que sempre criticou o capitalismo de forma severa e hoje é um propagador desse sistema simplesmente pelo fato de ter conquistado uma melhor posição social deixando o dinheiro e poder subir a cabeça. E quantos exemplos não têm de pessoas que chegando ao poder deixam se corromper sendo seduzidas pelo dinheiro, status e por ai vai. Não haveria paginas suficiente se fosse citar para vocês exemplos históricos de pessoas que não somente mudaram seus valores, mas cometeram as maiores barbaridades em busca do dinheiro, fama e prazer, porém todas movidas por um sentimento: a cobiça.

Dinheiro, poder e sexo formam um tripé onde uma coisa leva a outra, pois estão interligados e ninguém está imune sejamos pobre ou rico, humilde ou arrogante, capitalista ou socialista, cristão ou ateu. Todos nós estamos sujeitos única e exclusivamente pelo fato da nossa natureza humana estar corrompida devido ao pecado cometido por Adão e Eva no jardim do Éden, herança que foi transmitida a todos os homens.

Se abrirmos a Bíblia no livro de 1 João capitulo 2 versículo 15-17 ela nos dirá: “Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provêm do Pai, mas do mundo; Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provêm do Pai, mas do mundo”. Ler esse trecho me faz concluir que o mundo é movido por esses sentimentos citados e acho muito estranho uma pessoa que se diz Cristã estar vivendo movida por esse desejo de riqueza, poder. Ou não conhece a palavra de Deus por isso erra, ou não aprendeu nada com o livro de Eclesiastes aonde Salomão uma pessoa que teve tudo que um ser humano deseja (riquezas, bens, mulheres, poder, sabedoria), acabou caindo e no fim de sua vida disse que tudo era vaidade, ou ainda não se converteu precisando aceitar Jesus.

Voltando a falar do mundo, as pessoas que pertencem a esse sistema tem a ideia errônea de que se tiverem poder, dinheiro, obterão a felicidade plena, mas é justamente ai que muitos se perdem, destruindo suas vidas. O sentimento de ganância, a ambição desenfreada, é visto com bons olhos em nossa sociedade e incentivado por diversos segmentos entre elas a mídia, mostrando para que uma pessoa seja vitoriosa e goze de uma felicidade plena ela tem que ter dinheiro, fama, pessoas aos seus pés, viver uma vida no luxo e ostentação, não importando os meios para que isso aconteça. Por que você acha que muitos jovens entraram para a vida do crime, foi somente porque nada no prato pra comer? É lógico que não, muitos entram nessa vida por fama, prestigio, glamour; e por que muitos querem ser jogadores de futebol, como Ronaldo, Neymar & Cia? Por que muitos passam anos a fundo estudando, trabalhando duramente para serem executivos ou grandes empresários de sucesso? Por que os cargos políticos são disputados ferozmente? O desejo de ser mais do que os outros faz parte da natureza caída, pois o ser humano não aceita ser comum, igual, ou mais um na multidão e o mundo capitalista selvagem em que vivemos saber mexer com o ego humano como ninguém, trabalhando para que a pessoa sempre esteja insatisfeita na busca por algo mais nessa vida, eliminando a palavra contentamento, gratidão, satisfação do vocabulário de muitos.

E disse-lhe um da multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança.
Mas ele lhe disse: Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?
E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.
E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância;
E ele arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos.
E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens;
E direi a minha alma: Alma tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.
Mas Deus lhe disse: Louco! Esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado para quem será?
Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.
Lucas 12:13-21.

Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.
Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
1 Timóteo 6:9-10.

Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade.
Eclesiastes 5:10

Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.
Mateus 5:37. (Essa passagem eu mando especialmente para aqueles que ora defende uma coisa, e depois defendem outra!).

Fabio Rodolpho

Crônicas da Igreja – Um relato da condição da igreja nos últimos dias

Um Covil de salteadores
Não sou muito de falar, sou bastante observador e devido a essa característica, tenho observado que a igreja no geral ao invés de ser hospital para aqueles doentes espiritualmente que precisam de remédio (Mt 9:12) está se tornando um covil de salteadores (Lc 19:46), abrigando toda espécie de pessoas hipócritas, oportunistas, interesseiras, religiosas, desonestas, enganadores e etc. Pessoas que se escondem através de uma capa chamada religiosidade com aparência de piedade, mas com suas atitudes negam o verdadeiro poder dela (2 Tm 3:5). Pessoas dominadas por todo tipo de desejos sendo o principal deles a avidez pelo dinheiro, sendo ele o seu verdadeiro “deus” se esquecendo de que as escrituras dizem que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males e algumas pessoas por cobiçarem tanto o dinheiro se desviaram da fé presos por toda a sorte de desejos tolos, atormentando a si mesmos com muitas dores (1Tm 6:9-10).

Não é muito difícil identificar crentes materialistas basta apenas conversar com a pessoa e perceber que tal pessoa fala somente em dinheiro se tornando uma pessoa chata da qual não se tem prazer em ter como companhia. Posso afirmar que a lixologia da prosperidade que muitos ainda têm coragem de chamar de teologia, influenciou muitas igrejas e muitos irmãos dentre eles crentes piedosos despertando nessas pessoas o desejo pelas coisas dessa vida como o orgulho de ter o que agrada os olhos, desejo de ficar rico, egoísmo, o narcisismo, a busca desenfreada pelos prazeres desse mundo e por ai vai. Coisas não procedem de Deus, mas sim do mundo, ignorando que o mundo passa junto com suas vaidades e desejos (1 Jo 2: 15-17), não raramente vejo batistas com a mentalidade dessa doutrina herética cuja origem vem do gnosticismo, o maior inimigo doutrinário do Cristianismo do século 1.

Assim como os fariseus exteriormente pareciam “santos” e “irrepreensíveis”, porém interiormente corrompidos a ponto de Jesus dizer que estavam mortos por dentro e cheios de toda imundícia, denunciados por sua hipocrisia, hoje as coisas não estão diferentes. (Leia Mt 23).

Não estou querendo generalizar e julgar ninguém, mas não posso ficar calado vendo tanta falsidade e coisa errada em nosso meio, me fingindo de cego, surdo e mudo, compactuando com isso. Através desse artigo quero relatar como andam as coisas em nosso meio. As pessoas mais santarronas, moralistas que adoram apontar para si mesmas como referencia, que são as primeiras a apontar o erro do irmão são as que mais se encontram no mesmo estado em que os fariseus se encontravam na época de Jesus. Não crêem naquilo que falam, não vivem aquilo que pregam, achando que os incrédulos não estão de olho em suas atitudes, estão cheios de mau testemunho no meio de seus familiares, sem contar que muitos no domingo oram em outras línguas e na semana estão falando toda sorte de palavrões e besteiras, dizem glória a Deus no dia santo e na segunda estão murmurando por qualquer motivo, dentre os irmãos aleluia Senhor, Te agradeço oh Rei dos Reis e na semana brigam com Deus dizendo Por que você fez isso comigo? Quem é Você pra mandar na minha vida assim?

Bem o tempo é curto e daria pra escrever mais paginas, mas para não cansá-los com a leitura e dispersa-los, quero dizer que não temos como identificar e arrancar o joio, pois fazendo isso podemos arrancar o trigo como Jesus disse naquela parábola (Mt 13:29), portanto o melhor é seguirmos os conselhos de Jesus “pelos seus frutos os conhecereis” e no caso de pastores assim desse jeito “Fazei e guardai, pois tudo quanto dizem, porém não imiteis nas suas obras” (Mt 23:3 a). Como de costume, deixo um trecho da bíblia para meditação e reflexão:

“Então, tendo despedido a multidão, foi Jesus para casa. E chegaram ao pé Dele os seus discípulos, dizendo: Explica-nos a parábola do joio do campo.
E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa semente é o Filho do homem;
O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno;
O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos.
Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo.
Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniquidade.
E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.
Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.”
Mateus 13:36-43.

Fabio Rodolpho

Sem cessar!

935135_533848316661757_129530337_n

A história de Jó

Versículo do dia

1 João 2:1 NTLH-PT

“Meus filhinhos, escrevo isso a vocês para que não pequem. Porém, se alguém pecar, temos Jesus Cristo, que faz o que é correto; ele nos defende diante do Pai.”

Pecar é humano. O perdão e a mudança de vida são divinos!!!!

Frase cristã do dia

Concluímos que só a fé justifica e só a fé cumpre a lei

Autor: Martinho Lutero

Faça alguma coisa

por Max Lucado

“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos”. Mateus 5:6

A cura começa quando você faz alguma coisa. A ajuda de Deus está perto e sempre disponível, mas ela é concedida àqueles que a procuram. A cura começa quando você dá um passo. Deus honra a fé radical e que assume riscos.

Quando arcas são construídas, vidas são salvas. Quando soldados marcham, Jericós caem.

Quando varas são erguidas, mares ainda abrem. Quando um almoço é compartilhado, milhares são alimentados.

E quando uma roupa é tocada pela mão de uma mulher anêmica na Galileia – Jesus para!

Ele para e responde.

Comparado ao papel de Deus, o nosso papel é minúsculo – mas necessário. Nós não temos que fazer muito, mas temos que fazer alguma coisa! A fé sem esforço não é fé!

Escreva uma carta. Peça perdão.

Chame um conselheiro. Chame a mãe!

Converse com um médico. Seja batizado.

Alimente uma pessoa faminta.

Ore. Ensine. Vá.

Deus honra a fé radical, que assume riscos. E Ele responderá.

Fonte:Irmaos.com

Versículo do dia

http://bible.us/Rom12.2.NTLH-PT Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.

Não seja mais um

image

Não seja mais um, movimente-se !

%d blogueiros gostam disto: