Arquivos do Blog

Palavra profética

image

Com essa crise, muitos precisam receber essa palavra.

Fonte: https://m.facebook.com/mitodemus

Anúncios

#AlisteSe Já

TRABALHO E SUCESSO

“A mão diligente dominará, mas a remissa 
será sujeita a trabalhos forçados.”
Pv 12.24

Thomas Alva Edson, um dos maiores cientistas de todos os tempos, disse que as nossas vitórias são resultado de dez por cento de inspiração e noventa por cento de transpiração. O sucesso é o resultado do esforço diligente e do trabalho abnegado. Aqueles que se dedicam aos estudos esmeram-se no seu labor, trabalham com diligência e fazem tudo com excelência, são conduzidos às posições de liderança em todas as áreas da vida. O sucesso não é uma questão de sorte, mas de diligência. O preguiçoso, que faz corpo mole, não se empenha nos estudos nem trabalha com dedicação, empobrecerá.

Nós colhemos o que plantamos. Aqueles que semeiam pouco têm uma safra medíocre; mas aqueles que semeiam com fartura, com abundância ceifarão. Aqueles que cobrem a fronte de suor e trabalham com esmerado esforço terão sua recompensa. Honra e riquezas estão destinadas aos diligentes. O trabalho não é maldição, mas bênção. O trabalho não é um fardo, mas um deleite; o trabalho não mata; ao contrário, nos motiva a viver de forma exponencial!

ORE

Senhor Deus, agradeço-te pela bênção do trabalho. Preciso de mais disposição para exercer minhas atividades com excelência. Renova meu ânimo para o teu louvor. Em nome de Jesus. Amém.

Versículo do dia – Achado

O Espírito de Deus veio sobre Azarias, filho de Odede.
Ele saiu para encontrar-se com Asa e lhe disse: “Escutem-me, Asa e todo o povo de Judá e de Benjamim. O Senhor está com vocês quando vocês estão com ele. Se o buscarem, ele deixará que o encontrem, mas, se o abandonarem, ele os abandonará.

 

Nossa proximidade com o Senhor depende de nossa disposição em buscá-loNossa proximidade com o Senhor depende de nossa disposição em buscá-lo

Durante muito tempo Israel esteve sem o verdadeiro Deus, sem sacerdote para ensiná-lo e sem a Lei.
Mas em sua angústia eles se voltaram para o Senhor, o Deus de Israel; buscaram-no, e ele deixou que o encontrassem.
Naqueles dias não era seguro viajar, pois muitos distúrbios afligiam a todos os habitantes do território.
Nações e cidades se destruíam umas às outras, pois Deus as estava afligindo com toda espécie de desgraças.
Mas, vocês devem ser fortes e não se desanimar, pois o trabalho de vocês será recompensado”.
Assim que ouviu as palavras e a profecia do profeta Azarias, filho de Odede, o rei Asa encheu-se de coragem. Retirou os ídolos repugnantes de toda a terra de Judá e de Benjamim, e das cidades que havia conquistado nos montes de Efraim, e restaurou o altar do Senhor que estava em frente do pórtico do templo do Senhor.
Depois reuniu todo o povo de Judá e de Benjamim; convocou também os que pertenciam a Efraim, a Manassés e a Simeão que viviam entre eles, pois muitos de Israel tinham passado para o lado do rei Asa, ao verem que o Senhor, o seu Deus, estava com ele.
Eles se reuniram em Jerusalém no terceiro mês do décimo quinto ano do reinado de Asa.
Naquela ocasião sacrificaram ao Senhor setecentos bois e sete mil ovelhas e cabras, do saque que haviam feito.
Fizeram um acordo de todo o coração e de toda a alma de buscar o Senhor, o Deus dos seus antepassados.
Todo aquele que não buscasse o Senhor, o Deus de Israel, deveria ser morto, gente simples ou importante, homem ou mulher.
Fizeram esse juramento ao Senhor em voz alta, bradando ao som de cornetas e trombetas.
Todo o povo de Judá alegrou-se com o juramento, pois o havia feito de todo o coração. Eles buscaram a Deus com toda disposição; então ele deixou que o encontrassem e lhes concedeu paz em suas fronteiras.
O rei Asa chegou até a depor sua avó Maaca da posição de rainha-mãe, pois ela havia feito um poste sagrado repugnante. Asa derrubou o poste, despedaçou-o e queimou-o no vale do Cedrom.
Embora os altares idólatras não tenham sido eliminados de Israel, o coração de Asa foi totalmente dedicado ao Senhor durante toda a sua vida.
Ele trouxe para o templo de Deus a prata, o ouro e os utensílios que ele e seu pai haviam consagrado.
E não houve mais nenhuma guerra até o trigésimo quinto ano do seu reinado.

2 Crônicas 15:1-19

Reflexão do dia

Pureza

Trabalho num centro de recuperação para pessoas dependentes de álcool e outras drogas. Vêm até nós pessoas com histórias de vida bastante difíceis. Alguns já experimentaram quase tudo o que se pode imaginar e essa vida lhes trouxe muitos problemas. Com o passar do tempo, alguns, pelo agir de Deus, experimentam na sua vida o que o apóstolo Paulo escreveu: “Se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas passaram; eis que surgiram coisas novas!” (2Co 5.17) Contudo, o tempo que passam conosco é relativamente curto, vindo novamente o período em que precisam enfrentar o mundo e viver sua própria vida.

Infelizmente há aqueles que, mesmo tendo feito um bom início, recaem e voltam à sua velha vida. E quando estes retornam para novamente se tratar é muito comum ouvi-los dizer que, enquanto buscavam a presença de Deus em sua vida, permaneceram longe do vício. Mas assim que deixaram de buscar a palavra de Deus, veio novamente a queda.
 Esta não é apenas a realidade daqueles que sofrem por causa da dependência de álcool e outras drogas, mas de cada um de nós. “Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho” (Is 53.6). Quando somos achados por Jesus Cristo, este nos coloca no seu caminho e torna nossa vida pura, mesmo que não mereçamos isso. E a única maneira de não nos perdermos novamente nos nossos próprios caminhos é ficarmos atentos à Palavra de Deus. É preciso buscar a Deus de todo nosso coração e meditar naquilo que ele nos diz. Quem assim procede “é como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera!” (Sl 1.3)

E você, estimado leitor, como você vive hoje, está buscando a palavra de Deus? Que você possa dizer como o salmista: “Eu te busco de todo o meu coração”.

A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho (Sl 119.105)

Leitura Bíblica: Salmo 119.9-16

Livro: Pão Diário 15

Autor: Marcos Passig

Versículo do dia

ainda não tinha brotado nenhum arbusto no campo, e nenhuma planta havia germinado, porque o Senhor Deus ainda não tinha feito chover sobre a terra, e também não havia homem para cultivar o solo.
Todavia brotava água da terra e irrigava toda a superfície do solo.
Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente.
Ora, o Senhor Deus tinha plantado um jardim no Éden, para os lados do leste; e ali colocou o homem que formara.
O Senhor Deus fez nascer então do solo todo tipo de árvores agradáveis aos olhos e boas para alimento. E no meio do jardim estavam a árvore da vida e a árvore do conhecimento do bem e do mal.
No Éden nascia um rio que irrigava o jardim, e depois se dividia em quatro.
O nome do primeiro é Pisom. Ele percorre toda a terra de Havilá, onde existe ouro.
O ouro daquela terra é excelente; lá também existem o bdélio e a pedra de ônix.
O segundo, que percorre toda a terra de Cuxe, é o Giom.
O terceiro, que corre pelo lado leste da Assíria, é o Tigre. E o quarto rio é o Eufrates.
O Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo.

Gênesis 2:5-15

E acrescentou: “Seja forte e corajoso! Mãos ao trabalho! Não tenha medo nem se desanime, pois Deus, o Senhor, o meu Deus, está com você. Ele não o deixará nem o abandonará até que se termine toda a construção do templo do Senhor.

1 Crônicas 28:20

Você comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e próspero.

Salmos 128:2

Versículo do dia

Ao encontrar alguns dos seus filhos, muito me alegrei, pois eles estão andando na verdade, conforme o mandamento que recebemos do Pai.
E agora eu lhe peço, senhora — não como se estivesse escrevendo um mandamento novo, o que já tínhamos desde o princípio — que nos amemos uns aos outros.
E este é o amor: que andemos em obediência aos seus mandamentos. Como vocês já têm ouvido desde o princípio, o mandamento é este: que vocês andem em amor.
De fato, muitos enganadores têm saído pelo mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em corpo. Tal é o enganador e o anticristo.
Tenham cuidado, para que vocês não destruam o fruto do nosso trabalho, antes sejam recompensados plenamente.
Todo aquele que não permanece no ensino de Cristo, mas vai além dele, não tem Deus; quem permanece no ensino tem o Pai e também o Filho.
Se alguém chega a vocês e não trouxer esse ensino, não o recebam em casa nem o saúdem.
Pois quem o saúda torna-se participante das suas obras malignas.

2 João 1:4-11

 

%d blogueiros gostam disto: