Arquivos do Blog

AMOR OU PAIXÃO?

“Tinha Absalão, filho de Davi, uma formosa irmã, cujo nome era Tamar. Amnom, filho de Davi, se enamorou dela” 
2Sm 13.1

Amar e estar apaixonado são a mesma coisa? Paixão é amor? Amor é paixão? Muitos acreditam que sim; eu entendo que não. O amor jamais acaba; a paixão é passageira. O amor é equilibrado; a paixão é descontrolada. O amor é altruísta; a paixão é egoísta. O amor traz leveza; a paixão produz tormento. O amor se concentra em agradar o outro; a paixão em satisfazer seus desejos. O amor produz deleite para a alma; a paixão tormento para o coração.

O drama de Amnom, filho do rei Davi, ilustra esse fato. Ele se apaixonou por sua meia-irmã Tamar, a ponto de emagrecer. Era um sentimento avassalador e incontrolável. Orientado por Jonadabe, fingiu-se de doente. Quando seu pai foi visitá-lo, requereu também uma visita de Tamar, pois disse que se ela lhe fizesse uma refeição especial, de sua mão a comeria. Quando Tamar entrou em seu quarto, levando-lhe o repasto, Amnom agarrou-a e forçou-a, a despeito de suas veementes súplicas.

Depois de satisfazer seu louco desejo, sentiu por ela profunda aversão, a ponto dessa aversão ser maior do que seu alegado amor. Amnom desonrou duplamente sua irmã: possuiu-a de forma violenta e desprezou-a em seguida de forma humilhante. O alegado amor que sentia por ela era um simulacro de amor. Não era amor; apenas uma paixão adoecida.

Referência para leitura: 2 Samuel 13.1-36
Fonte: Cada Dia

Colocar em prática

http://bible.com/211/php.4.9.NTLH Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto com as minhas palavras como com as minhas ações. E o Deus que nos dá a paz estará com vocês.

Como no versículo acima diz, se você tem aprendido, então corra para colocar em prática.

Faça sua hora silenciosa

10438149_655989447812235_5546254611342059945_n

ATRAÇÃO FATAL!

“E já está próximo o fim de todas as coisas;
portanto, sede sóbrios e vigiai em oração” 
1Pe 4.7

Pedro nos exorta a sermos sóbrios e vigilantes. Ser sóbrio implica em velar e aplicar os princípios e mandamentos de Deus em nossa vida diária. Quando pensei no tema da nossa meditação, subiu-me à mente a luta que o crente enfrenta todos os dias. Não somente a batalha contra Satanás e os demônios, mas também contra o mundo e, sobretudo, contra a nossa carne ou natureza terrena.

Ser sóbrio significa fazer morrer essa natureza e não ordenar os caminhos pelos nossos sentimentos e emoções. Quando somos dominados por sentimentos inerentes a nós mesmos, perdemos a capacidade de discernir a verdade e caminhamos pelo erro. Ser dominado pelas emoções é render-se a uma atração que constantemente nos assedia.

Paulo constatou isso e se queixou em Romanos 7. 18a “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.” O que ele queria dizer? Ele constatou que a natureza do coração humano é enganosa e traiçoeira. Nossos sentimentos e emoções são enganosos. Não se fie neles e nem ande por eles. Ser sóbrio é discernir essa atração fatal.

 

Senhor Deus, Jesus está no comando de todas as coisas, inclusive de cada área da minha vida. Peço-te que essa bendita certeza traga paz ao meu aflito coração. Em nome de Jesus. Amém.
Fonte:Cada dia

NOSSA GLORIOSA HERANÇA

por Boa Semente

O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados

(Romanos 8:16-17)Os versículos acima nos mostram que destino glorioso nos aguarda como filhos e herdeiros de Deus. Seremos glorificados com Cristo. Até isso se tornar realidade, passaremos por sofrimentos, mas diante de nós está a glória.

Nosso Salvador já a alcançou como ser humano, porém Ele quer compartilhá-la conosco, pois somos Seus pela fé, unidos inseparavelmente a Ele. Algumas passagens do Novo Testamento falam acerca disso:

“Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas” (Filipenses 3:20-21).

“Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória” (Colossenses 3:4).

“Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do Senhor, por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade; para o que pelo nosso evangelho vos chamou, para alcançardes a glória de nosso Senhor Jesus Cristo” (2 Tessalonicenses 2:13-14).

A grandeza da glória de nosso Salvador será manifesta em nós. Que riqueza de Sua graça!

Notas:

Extraído do devocional BOA SEMENTE– pedidos@boasemente.com.br

Fonte:
irmaos.com

Limpe-se com Deus

fonte:  Irmaos.com

Não há outro jeito! Confessar é limpar-se com Deus!

Veja o exemplo do Antigo Testamento. Como se o caso de Davi com Bate-Seba não fosse o bastante. Como se o assassinato do seu marido não fosse o bastante! Davi dançou em volta da verdade. Ele negou a sua transgressão e foi necessário um profeta para fazer Davi ver o que ele não queria ver. E quando ele o fez, não gostou nem um pouco! Nesse ponto, Davi levantou a bandeira branca. Sem mais combate com Deus. Sem mais discussão com Deus – ele confessou! Ele se limpou com Deus! E o que Deus fez? Nas próprias palavras de Davi, “… e tu perdoaste a culpa do meu pecado!” (Salmos 32:5).

Você quer se livrar da culpa? Limpe-se com Deus!

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça” 1 João 1:9.

Notas:

Traduzido por Cynthia Rosa de Andrade Marques
Texto original extraído do site www.maxlucado.com

A MORTE: UM FIM E UM COMEÇO

por Boa Semente
“E Deus limpará de seus olhos toda
lágrima; e não haverá mais a morte,
já não haverá luto, nem pranto, nem
clamor, nem dor; porque já as
primeiras coisas são passadas”
(Apocalipse 21:4 )
Um pregador do evangelho
conversava com um estrangeiro.
“Você me disse no que acredita, mas
eu não creio no que você prega.”
“Então talvez você deva me dizer no
que acredita”, respondeu o
pregador.
“Eu creio que a morte é o fim de
tudo.”
“Eu também”, disse o cristão.
“O quê? Você também crê que tudo
acaba com a morte?”
“Certamente”, continuou o pregador,
“a morte acaba com tudo o que se
refere a esta vida. Ela coloca um
ponto final em nossa possibilidade
de fazermos coisas más, e em todos
os ideais com os quais sonhamos;
ela torna nossos projetos inúteis.
Amizades chegam ao fim, ambições
chegam ao fim. Todas essas coisas se
acabam com a morte. Então todos os
que não creram em Deus irão para a
condenação eterna.
“Quanto a mim, a morte vai terminar
com minhas preocupações,
problemas e dificuldades; com
minhas dores, sofrimentos, e
lágrimas. Tudo terá passado, e eu
estarei com meu Senhor na glória,
onde a alegria e a paz eternas me
aguardam.”
O estrangeiro admitiu que jamais
ouvira tal coisa. Aquelas palavras o
impressionaram tanto que, algum
tempo depois, ele também creu no
Senhor Jesus.
Com a morte, tudo o que é terreno
acaba. Mas o que é eterno começa: o
julgamento para os incrédulos; o
“estar com Cristo” (Filipenses 1:23)
para os filhos de Deus.
Notas:
Extraído do devocional BOA
SEMENTE-

VIGIE OS SEUS OLHOS!

Não coloque coisa imunda diante dos
seus olhos, pois os olhos são a janela
da alma. Se eles foram maus, todo o
seu corpo andará em trevas, mas se
eles forem bons, todo o seu corpo
será luminoso!
Hernandes Dias Lopes

Uma nova perspectiva

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. (Romanos 12.2)

É preciso vigilância constante para não nos tornarmos como o mundo e seus caminhos e atitudes. A mídia frequentemente anuncia notícias negativas, geralmente com relatos frios de eventos trágicos, e muitas vezes escutamos tudo isso com reações igualmente frias. Hoje em dia, ouvimos tanto falar de violência que mal reparamos ou prestamos atenção nisso. Isso é compreensível, mas não aceitável. O mal é progressivo e continuará a aumentar se não o combatermos agressivamente.

Acredito que tudo isto seja parte do plano geral de satanás para o mundo. Ele quer que tenhamos uma perspectiva endurecida, que nossos corações reajam com frieza sem nos importarmos verdadeiramente com as pessoas ou as suas necessidades. Porém, como cristãos, devemos orar pelos que estão sofrendo e fazer um voto de lutar contra a apatia do mundo diante do mal. Talvez não consigamos resolver sozinhos todos os problemas do mundo atual, mas podemos nos importar – e podemos orar.
Jesus disse: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas” (Lucas 4.18). Acredito que ainda existam mais coisas boas do que ruins, só é preciso que alguém noticie. Não estou dizendo que nunca devemos nos limitar a permanecer limitados às notícias do mundo ou nos conformar com seu ponto de vista. Precisamos escutar o que Deus diz sobre as notícias e atualidades em nossas vidas, e orar conforme Ele nos guia a interceder por outros que são afetados por elas.

Fonte:Lagoinha.com

REMÉDIO PARA O CORAÇÃO AFLITO

8606love
Era quinta-feira, o dia fatídico da traição de Judas, do abandono dos discípulos, da luta de sangrento suor, da prisão humilhante e do julgamento ilegal do sinédrio. Os discípulos estavam com seus corações aflitos e turbados. Em João 14.1-3, Jesus oferece três remédios para a cura de um coração aflito.

Primeiro, a fé em Cristo. A fé é uma âncora firme quando singramos os mares revoltos da vida. Não temos que olhar a fúria das ondas nem nos amedrontar com o rugido dos ventos. Temos de olhar para Jesus. Segundo, a certeza do céu. O céu é a casa do Pai, onde há muitas moradas. É o lugar preparado para pessoas preparadas. A vida não é só o aqui e o agora. Há um futuro de glória para aqueles que creem no Senhor Jesus.

Terceiro, a segunda vinda de Cristo. Jesus voltará para nos buscar. Subiremos com ele, reinaremos com ele e desfrutaremos com ele as venturas benditas do Paraíso. A aflição não precisa ser nosso cálice nem nosso coração precisa ser sobressaltado pela angústia. Podemos levantar nossos olhos e contemplar, pela fé, as glórias do futuro.

 

Pai, só tu conheces as vezes em que choro e sofro solitária e 
silenciosamente. Enxuga as minhas lágrimas e estampa novamente em meu rosto um lindo sorriso. Em nome de Jesus. Amém.
%d blogueiros gostam disto: